Liderança em tempos de crise

Liderança em Tempos de Crise

Estamos passando por um momento de reinvenção, no espaço de trabalho, nos nossos hábitos cotidianos e inclusive em nossos valores.

Em período de trabalho remoto, viemos abordar sobre um tema importante. Como gestores estão lidando com suas equipes? Ter uma liderança e um gerenciamento assertivo é algo muito importante, para toda a empresa nesse momento.

Qual papel você tem desempenhado o de líder ou o de chefe?

Chefia X Liderança

Antes de tudo precisamos falar sobre as diferenças entre chefe X líder. A chefia muitas das vezes parte de uma pessoa autoritária que usa do seu “poder” para manipular e conseguir as coisas à sua maneira, não sabem ouvir ou mesmo aceitar críticas, em sua maioria são tiranos e ao passar feedbacks para equipe ou funcionários acabam por desmotivá-los.

Já o líder é o oposto disso tudo, é aquele que acolhe sua equipe, conhece seus funcionários e suas características, está sempre aberto ao diálogo, valoriza seu time e tem uma liderança clara, usa da sua influência para motivar seus colaboradores.

Espírito de Liderança!

Um verdadeiro líder passa confiança e transparência a sua equipe, o que é algo muito importante nesse momento que estamos vivendo. Um exemplo recente de uma liderança transparente vem do co-fundador e CEO do Airbnb Brian Chesky que no início de maio, em um comunicado aos funcionários expôs as dificuldades que a empresa tem enfrentado e as medidas que infelizmente precisaram ser tomadas perante a isso.

A caminhada para se tornar um bom líder é grande, é necessário muito estudo e autoconhecimento. Para ser um bom líder é importante conhecer os pontos fortes e fracos da própria personalidade. Se você ainda está no caminho e quer ser um bom líder, separamos algumas dicas de abordagem e relacionamento direto com sua equipe e fizemos um raio-X das ações negativas que podem ser evitadas;

Para liderar

  • Tenha equilíbrio.

Busque ter equilíbrio em suas ações, seja ao elogiar bons resultados ou criticar outros, seja equilibrado ao gerenciar e delegar demandas, premiações e etc, não favoreça só um lado, use motivos lógicos para isso.

  • Tenha uma comunicação transparente.

Nunca é bom dar notícias desagradáveis, mas às vezes acontece e ela deve ser clara e objetiva como o foi o caso Airbnb que citamos, quando uma decisão é importante e irá impactar na vida das pessoas ela deve ser comunicada de forma humana e com total transparência.

  • Responda ao erro com empatia.

Para muito profissionais os home office não está sendo lá mil maravilhas, o que pode gerar uma queda na produtividade e ocasionar em erros por inúmeros motivos, o papel do líder nessa situação e acolher seu funcionário ao invés de culpá-lo, e buscar uma solução inteligente para o problema.

  • Estimule o trabalho em equipe.

Mesmo com as equipes trabalhando remotamente incentive o trabalho em equipe, hoje temos inúmeras ferramentas que irão auxiliar nessa prática, é importante para que os funcionários não se sintam abandonados e isole-se do restante do time.

  • Aceite, sugestões, opiniões e ideias.

De voz a sua equipe e a escute, além de dar feedback saiba receber, muita das vezes seus colaboradores podem trazer análises que possam vir melhorar positivamente sua gestão, além disso, a prática torna seu modelo de gerenciamento inovador e transmite confiança aos funcionários.

O que não fazer

  • Usar seu cargo para benefício próprio.
  • Transmitir feedback carregado de crítica em público.
  • Ignorar a vida pessoal dos seus colaboradores.
  • Perder o equilíbrio emocional
  • Tratar seus colaboradores como peças substituíveis.
  • Assumir obrigações que delegou a alguém.

Fontes:

https://www.insper.edu.br/noticias/lideranca-equipes-remotas/
https://www.agendor.com.br/blog/dicas-de-lideranca/
https://news.airbnb.com/a-message-from-co-founder-and-ceo-brian-chesky/

Deixe um comentário

Top
×